Como escolher uma hospedagem para WordPress que não te deixa na mão

O WordPress é um sistema leve e roda, “teoricamente”, em qualquer servidor que suporte PHP e MySQL 5. Teoricamente porque existe uma diferença entre funcionar e funcionar bem. Ainda que a maioria dos “servidores compartilhados” (shared hosts) atendam a esses requisitos, a verdade é que, para se ter um site com URLs otimizadas e rodando rápido – o que é bom para a experiência do usuário e para seu posicionamento no Google – outros fatores influenciam. Por isso é importante escolher bem o seu plano de hospedagem.

Servidor compartilhado aguenta o tranco?

É claro que a qualidade varia de servidor para servidor e a complexidade do site também influencia. Naturalmente, um site com vários plugins fazendo diversas consultas ao banco consome mais recursos. De maneira geral, um servidor compartilhado consegue rodar bem um ou mais sites WordPress. Para se ter uma ideia, um bom servidor compartilhado aguenta, sem problemas, um site WordPress bem otimizado, que tenha entre 10.000 e 14.000 pageviews/dia. O difícil é encontrar um shared host que seja bom. Especialmente no Brasil.

Hospedagens Brasileiras X Internacionais

O mercado de hospedagens no Brasil é triste. Qualquer um que tenha sites hospedados nas maiores empresas especializadas do país sabe do que estou falando. Elas são como as empresas de telefonia: uma pode até ter o atendimento um pouco melhor que o da outra, mas o serviço de todas (especialmente custo/benefício) é péssimo. Parece que, no fundo, estão se lixando para o cliente. Percebendo essa brecha no mercado, a Hostgator – que se destaca nos EUA pela qualidade dos serviços – abriu escritório no Brasil recentemente. Achei que, finalmente, teríamos uma empresa de hospedagem de qualidade no Brasil, mas nem com ela minhas experiências foram das melhores… Independentemente se você for contratar uma uma hospedagem nacional ou de fora, é importante ficar atento para alguns detalhes que, geralmente, passam desapercebidos durante a escolha do servidor e que podem fazer toda a diferença.

DICA: Você está procurando uma hospedagem para hospedar seu site em WordPress? Dê uma olhada no SiteGround. Sem dúvidas a melhor relação custo/benefício disponível!

Linux X Windows

Ainda que o IIS (servidor da Microsoft) rode PHP, em minhas experiências, percebi que é bem complicado configurar algumas opções avançadas em servidores Windows. Dentre essas opções estão as “URLs amigáveis” e questões avançadas de cache. No entanto, é importante destacar que a MS vem se movendo rapidamente nessa área de servidores e “desenvolvimento web”. E está de olho no WordPress. Eles criaram até um Hotsite sobre instalação do WordPress em Windows. Nele, é possível encontrar diversas ferramentas para desenvolvimento, tutoriais e “estudos de caso”. Hoje, o WordPress ainda é mais testado e utilizado em ambientes Linux e, por isso, eu continuo sempre optando por ele. Isso não quer dizer que não valha à pena acompanhar a evolução da plataforma da Microsoft.

Módulo “mod_rewrite” habilitado no Apache

Uma das vantagens do WordPress é o grande controle sobre como serão as URLs do seu site. Além da clara utilidade para fins de SEO, isso é excelente também para usabilidade. A questão é que, se o seu servidor não tiver o “mod_rewrite” habilitado, bye-bye URLs amigáveis. Esse módulo serve para reescrever URLs e é indispensável se você não quer que as URLs do seu site fiquem assim: http://seusite.com/?p=12. Teoricamente dá para você fazer isso usando servidores Windows. O Hotsite da MS, inclusive, explica como fazer. Mas, na única vez em que tentei, tive muita dor de cabeça. Caso alguém tenha alguma experiência para compartilhar em relação a isso, sinta-se à vontade.

Permissão de escrita no .htaccess

Essa é outra funcionalidade que é padrão em qualquer servidor linux “decente”, mas, infelizmente, algumas empresas de hospedagem não oferecem até hoje. Isso é necessário tanto para o funcionamento das regras de reescritas de URL (que serão utilizadas pelo “mod_rewrite”) quanto para o bom funcionamento de alguns plugins. O WordPress é preparado para esses casos (nos quais ele não consegue re-escrever o .htacess) e te informa o texto que deve ser inserido no arquivo, mas imagine ter que “abrir um chamado” sempre você quiser fazer uma alteração nesse arquivo? Pois é o que ocorre em alguns serviços de hospedagem.

Memória RAM

Esse é um ponto pouco discutido. Nem mesmo a página oficial de requisitos do WordPress fala a respeito. O que contribui para o assunto permanecer esquecido é que, a maioria das hospedagens compartilhadas, não informa qual o limite de memória para cada cliente. O que se sabe é que, no ano passado, alguns usuários relataram problemas ao tentar atualizar o WordPres em servidores com menos de 40mb de memória. Por isso, é bom ficar atento também a esse detalhe antes de escolher seu plano de hospedagem. De um modo geral, qualquer hospedagem decente – e aqui incluo as principais empresas brasileiras – oferece memória suficiente para aquele site de 12.000 pageviews/dia. O importante é ficar atento, pois, na maioria dos casos, o limite está no arquivo PHP.INI que pode ser editado. Por isso, sempre que vou configurar um servidor para hospedar um site WordPress, dou uma olhada no arquivo PHP.INI para ver qual valor está definido como o limite de memória e tento aumentar para 64mb. Outra forma de se fazer isso, caso seja possível com as “permissões” que você possui , é definir o limite de memória do servidor diretamente no wp-config.php.

Conclusão: qual será sua próxima hospedagem?

O WordPress pode rodar bem em uma hospedagem compartilhada e sites relativamente muito acessados podem ter bons desempenhos nesses ambientes. No entanto, existem diversos detalhes que podem passar desapercebidos no momento da escolha da empresa de hospedagem e eles fazem toda a diferença. De um modo geral, todos serviços de hospedagem no Brasil têm deixado seus usuários na mão de alguma forma e o preço cobrado pelas grandes empresas não se justifica, se compararmos com hospedagens internacionais. Após algum tempo pesquisando e trabalhando com hospedagens brasileiras e internacionais, não tenho dúvida que é melhor escolher uma das grandes empresas de hospedagem americanas. Eu, particularmente, vou de SiteGround.

O SiteGround é sem dúvidas uma das melhores hospedagens compartilhadas existentes, e com uma relação custo/benefício imbatível! Vale destacar que eles oferecem diversas otimizações para WordPress, como sistema de Cache área de Staging e muito mais!

Lembre-se que estamos aqui para ajudar! Se você tiver alguma dúvida na contratação de sua hospedagem envie-nos um email no [email protected] que teremos prazer em tirar suas dúvidas!

Tags: , , ,

Categorias:

Veja isso:

  • Olá amigo, me diz uma coisa. E a velocidade dos americanos não cai muito para o usuário comum. Ótimo post. Até.

    • Julio,

      Acredito que a qualidade dos bons servidores americanos faz com que essa distância deixe de ser um problema.

  • Rafael Costa

    Infelismente no Brasil é raro. Eu bati muito a cabeça e tomei prejuízos também. Isso me fez tomar uma atitude. Hoje tenho o meu próprio servidor e ofereço serviço de qualidade, pois sei do stress de um servidor ruim.

  • andre

    alguem ja ouviu falar desse servidor “bounceweb”?

    • Carlos Eduardo

      Cara corra da Bounceweb depois que virou SAN Internet, está um verdadeiro LIXO, NÃO hospedem com eles.

      • Ana Muniz

        Concordo totalmente, tinha 5 sites lá, tirei todos, o atendimento virou um lixo, a empresa virou um caos, é imprestável agora. Lixo total.

  • Cara estou com o mesmo problema em meu site… a Locaweb quer romper os serviços depois de 4 anos…

    Não tenho experiência com servidores internacionais. O que peço no bluehost? qual o plano que você contratou?

    obrigado pela ajuda

    abraços

    • Bruno

      Adrian,

      O Bluehost é um serviço de hospedagem que oferece apenas a modalidade de servidor compartilhado. Possuem também apenas um plano, que é ilimitado em um monte de coisas, inclusive na quantidade de domínios que você pode hospedar na mesma conta.

      Na hora de contratar, tenha cuidado para não comprar junto com a hospedagem outros produtos que você não deseje, como proteções extras para seu domínio, etc.

  • HostPress.Me – Hospedagem WordPress

    Atenção para o jaba (de leve)!

    Apesar de ter servidores nos EUA, a HostPress.Me é um serviço brasileiro focado em WordPress. Nosso intuito é oferecer uma hospedagem rápida, segura e com suporte excepcional.

    Acreditamos muito que um serviço faz a empresa crescer por isso estamos controlando bastante nosso crescimento, para não termos surpresas desagradaveis e não prejudicar nossos clientes.

    • Parabéns pela iniciativa. Ví que o serviço ainda está em beta privado, mas gostaria de conhecer.

      Continuo procurando uma empresa brasileira que possa atender bem ao meus clientes.

      Tem muita hospedagem grande por aí falando que é especialista em WordPress e tem “suporte ninja” mas na verdade possuem servidores lentos e com pouca memória.

  • Tenho um blog com mais de 80.000 pageviews POR DIA em uma HOSPEDAGEM COMPARTILHADA NACIONAL.

    Eu pedi para colocarem meu wordpress em um servidor com nginx e pago somente R$ 44,00

  • Foi um dos poucos posts na minha vida que li do começo ao final…

    Estou hospedando uma revenda na Bounceweb… até agora sem problema…

    • Ana Muniz

      Para sites pequenos, se você nunca precisa suporte, e não se importa de seu site ficar várias vezes fora do ar, tá ótimo. kkkkkkkk

  • Fernando

    Poxa muito legal cara, curti muito a matéria

  • Fernanda

    Poxa, fui acessar o HostPress.Me e não entrou. Eles fecharam, foi?

    Trabalho com WP há anos e sempre tive problema com servidores. Passei um tempo na FireHost, o suporte deles é excelente mas são muito caros, e é preciso solicitar tudo. O suporte não é ativo. Hoje trabalho com o Media Temple, do qual não gosto muito, é lento, mas para micro-clientes funciona bem, e com o ZippyKid, que é especializado em hospedagem gerenciada de WordPress. Também já houvi falar muito bem do WP Engine.

    • Obrigado pelo comentário Fernanda!

      Acho que o HostPress nem chegou a ir pro ar…

      Você está certa em relação às hospedagens. Estão surgindo várias opções que funcionam melhor que o Bluehost.

      Eu mesmo estou usando o WP Engine atualmente. Estou para escrever um artigo sobre isso aqui no Universo WP.

      • Oi, Bruno. Ótimo. Estou curiosa para saber como está sendo sua experiência com o Wp Engine.

        Abs.

  • Bom dia Bruno. Em primeiro lugar, parabéns pelas dicas quanto as peculiaridades sobre o WP.

    Estou em busca de um servidor para hospedar “2” sites feitos nesta plataforma. Lí as informações sobre o servidor BlueHost e seu comentário sobre o WP Engine. Ainda assim continua a recomendar o BlueHost?

    Um detalhe, ambos os sites que pretendo hospedar tem baixa visitação/dia, desta forma, não necessito de um servidor tão “robusto”… neste caso, você teria recomendação por algum serviço “nacional”?

    Desde já agradeço. Sucesso.

    • Boa noite Adalberto. Obrigado pelo comentário!

      Sinceramente ainda não consegui ter nenhum boa experiência com hospedagens nacionais. Acredito que o Bluehost pode ser uma boa opção no seu caso. O importante será configurar bem as questões de CACHE e MINIFY para ter um bom desempenho.

      No entanto, se quiser ter um desempenho de “cair o queixo” e tempos de carregamento de páginas abaixo do 4 segundos, sugiro o WP Engine mesmo! Ou outros similares…

  • Julliano

    Olá Bruno,
    Eu trabalho como web designer a algum tempo, más é a primeira vez que eu trabalho com um WordPress, e eu não sei exatamente que hospedagem deveria contratar. O website que criei, tem a página blog que uso como Fórum, a página de downloads (onde eu irei disponibilizar diversos jogos entre outras coisas para download), e tem a pagina de vídeos onde fica meus vídeos do youtube.

    É um site simples, mais por ser um site de downloads e com um “fórum” aberto para colaboradores, eu estou preocupado com o numero de visitas que poderei chegar a receber diariamente, e a hospedagem que eu contratei não dar conta do recado. Por isso antes de contratar gostaria de saber se pode me dar algumas dicas ?

    Obg: como é meu primeiro website assim, tenho medo de arriscar em um serviço caro e o website não me der o retorno, então se poder me dar umas dicas baratas.

    Vleww abraço.

    • Bom dia Juliano,

      Obrigado pelo comentário. Para o seu caso a minha sugestão é começar com o Bluehost e mudar de hospedagem caso necessário. Acredito que vai suportar sua demanda sem problemas. Fuja das opçoes nacionais (locaweb, uolhost, hostnet etc) pois são dor de cabeça na certa.

      Depois que contratar o Bluehost, não esqueça de aumentar o limite de memória no PHP.INI.

      Boa sorte!

  • Julliano

    Opá, obrigado pela rápida resposta, gostaria de dizer que estarei contratando a BlueHost.

    Obrigado pela ajuda vleww

  • Jardel Camilo

    Olá Brubrant,

    Bom primeiro parabéns pelo espaço! Bom.. sou iniciante na confecção de sites/blog WordPress, mas já estou começando a ter dor de cabeça com o servidor Redehost, alguns plugins como aqueles que anexam os botões das mídias sociais, formulários, enfim.. simplesmente não pegam, por causa de algumas medidas de segurança do servidor. Saberia informar algum servidor que trabalhasse sem restrições quanto aos plugins? abraços Jardel Camilo

    • Olá Jardel,

      Que bom que você gostou do Universo WP, não deixe de voltar!

      Sobre sua dúvida, acho que vou ser um pouco repetitivo: o Bluehost é uma excelente opção para sites WordPress. Especialmente para iniciantes. Como eu falei acima para o Juliano, não esqueça de aumentar o limite de memória no PHP.INI

      Abraços!

  • Vc sabe q no WordPress não se pode faturar, pois não permitem anúncios nem nada. Em uma hospedagem, isso é possível, mesmo usando o WordPress. Vc sabe se na BlueHost tbm é possível propaganda como a HotWord, por exemplo?

    • É verdade. Utilizando o serviço do WordPress.com você não pode exibir nenhum tipo de anúncio.

      No Bluehost ou outra hospedagem qualquer, o que você tem é um servidor com PHP e mySQL no qual você instala sua própria versão do WordPress[.org]. Com essa versão você pode fazer o que quiser. Instalar uma infinidade de plugins e temas, exibir anúncios etc.

      p.s.: fui da uma conferida e parece que eles estão com um programa para blogueiros com “alto tráfego”, que permite a esses receber alguma quantia exibindo anúncios. Talvez sirva para o seu caso: WordAds/

      p.s.2: GALO!!

  • Obrigado pelas informações, amigo. GAAAAAAALOOOOOO!! rs

  • Alex

    Excelente artigo! Gostei de ter encontrado. Hospedar WordPress às vezes é um tremendo desafio, justamente porque não se sabe o que esperar de shared hosting no Brasil…
    Pessoalmente, uso a BlogLite há algum tempo, e só tenho elogios. O suporte é extremamente atencioso e parece se importar de verdade com as minhas necessidades. E é em português, o que é melhor. Essa é uma daquelas jóias raras que quase escondo, de tão difícil de encontrar..rsrs

  • Eder Luciano

    Olá, cheguei aqui através do Tio Google, e foi um dos poucos artigos que li do começo ao fim, até os comentários.
    Estou querendo uma hospedagem web para WordPress,
    Em termos de configuração dos arquivos do Apache, PHP e etc, sem ter que ficar pedindo ajuda ao suporte à todo momento, que eu possa usar o MU sem maiores complicações, e ativar módulos, por exemplo o PHP_CURL e rewrite, qual seria a melhor opção?

    Meu site terá loja online, e usarei o MU para integração multiblog.
    Fico no aguardo.
    Obrigado!

    • Olá Eder,

      Fico muito feliz que você tenha gostado do Post.

      Como comentado anteriormente, continuo indicando o Bluehost para sites com pouco tráfego.

      Para sites profissionais ou com muito tráfego, sugiro a utilização de uma hospedagem especializada em WordPress.

      Abraços e boa sorte!

      • Eder Luciano

        Obrigado por responder, e na Bluehost o preço é $4.95/mês mesmo?
        E é fácil fazer uma conta lá?

        • Eder,

          O preço é esse mesmo, mas algumas considerações importantes:

          – Desmarque opções extras (tipo website protection etc) para não ter um acréscimo no preço.
          – Quando você for assinar eles cobram por um ano de hospedagem (mensalidade x 12)
          – Esse preço é valido durante o primeiro ano de hospedagem. Caso não queira pagar mais caro no segundo ano (e queira sair do Bluehost) é importante você desabilitar a renovação automática nas configurações de sua conta (após aquisição.)

          É bem fácil fazer a conta lá. Uma estratégia interessante pode ser criar uma conta no bluehost no primeiro ano de seu blog/site e migrar para uma hospedagem especializada no ano 2, quando já tiver mais tráfego.

          Abs!

          • Eder Luciano

            Gostei da estratégia, vou usa-la.
            Mais uma dúvida, hehe.
            O preço de um ano de contrato com eles é de $4.95/mês, mas esse valor eu sou obrigado à pagar em um unica parcela ou poderei pagar normalmente por mês?
            Valeu pela resposta rápida!

          • Eles cobram uma parcela única.

            O bom dessa estratégia (de usar o bluehost no início) é que você pode criar quantos sites quiser.

            A quantidade de bancos de dados é ilimitada. Você também pode associar quantos domínios quiser na sua conta do Bluehost e direcionar para a pasta apropriada.

            Precisando de alguma coisa, estou à disposição.

            p.s.: Tive que aumentar limite padrão de quantidade de “comentários aninhados” que o WordPress permite para te responder… tá ficando legal! hehe.

          • Eder Luciano

            Valeu brubrant me ajudou muito mesmo, eu vou de BlueHost então, ficarei um ano e dai quem sabe mudo pra uma WP Engine ou outra, quando for o momento de mudar e trocar meu site de servidor, recorro à você novamente, hehehe

            Obrigado mesmo, até mais.

            Obs. Mais alguns comentários e a largura acaba hehehe

  • Eder Luciano

    aa, e muito bom post, me ajudou com certeza!

  • Paulo S

    Eu utilizo o hostinger para hospedar minha pagina wordpress e funciona muito bem.

    Como meu site tem poucos acessos o plano gratuito já basta.

  • Carla Karluti

    Muito bom post.

    Seria interessante dar uma atualizada no que mudou de janeiro de 2011 até agora.

    Acredito que todo Blogueiro e Pro, tenha muita dificuldade com hospedagem brasileira, depois de dois anos pouca coisa mudou a não ser a concorrência dos hosts, os serviços continuam uma porcaria. Algumas adquiriram status de melhor do brasil e de melhor não tem nada.
    Outras limitam configurações, espaço em disco e até acesso ao atendimento, falar por telefone nem pensar, só no ticket.

    O mais interessante é arriscar sempre em uma hospedagem fora do país, tenho na Media temple a mais de cinco anos e um server na Dreamhost full time.

    Uma detalhe importante na hospedagem que não podemos deixar de lado é a sorte, as vezes você tem ótimas referências, aí colocam você em servidor problemático e pronto! A confusão tá armada.

    Carla K.

    • Concordo com você Carla. Já estamos em 2013 e pouquíssimo mudou no cenário das hospedagens compartilhadas brasileiras.

      Felizmente o “fenômeno” das hospedagens especializadas em WordPress já chegou no brasil e tendência é termos menos sofrimento.

      Abraços!

  • Antônio Márcio

    Excelente post!! Tenho em meus sites baseados em WordPress em uma empresa chamada Kosbit. Foi dificil achar uma para ficar, por que outras ficavam sempre limitando meus recursos e sempre tinha que sair por termos de SLA. Enfim, minha dica tá ai!!

  • Bruno, bom dia.

    O material que você publicou está muito bom.
    Estou montando uma rede de blogs (sites/ ecommerce) com 3 a 4 domínios diferentes. Será que o Bluehost me ajudaria a hospedar esses domínios diferentes com plano padrão deles?

    • Sim. Ao criar uma conta você escolhe um domínio para ser o principal, mas depois pode facilmente adicionar outros no painel (usam o cPanel, uns dos mais utilizados no mercado). Cada domínio pode ‘apontar’ para uma pasta específica, de forma que sua estrutura de pastas ficará mais ou menos assim:

      public_html/
      – Site-adicional/
      —- Arquivos do site adicional
      – Site-adiconal-2/
      —- Arquivo do site adicional 2
      —- Arquivo 2 do site adiocnal 2
      — Etc

      —–

      Para ser sincero, eu não tenho gostado muito do Bluehost para hospedar mais de um site WordPress. ESPECIALMENTE se algum deles for de e-commerce. O ideal mesmo, para ter desempenho, é utilizar uma hospedagem especializada (indico o WP Engine).

      Mas até precisar de “desempenho” vale à pena usar o Bluehost para ir “experimentando”. Andei pesquisando algumas opções de hospedagem compartilahdas que sejam realmente boas e depois vou escrever sobre isso.

  • Sérgio Antunes

    Parabéns Bruno, informações valiosas, já passei por diversas empresas que pecaram em algum momento e me deixaram na mão. Se eu pudesse acrescentar algo neste tópico seria a questão de atendimento que deve ser analisado na hora de contratar, sempre em algum momento vamos precisar e para isso eles precisam estar lá.

    Hoje eu hospedo os meus blogs em WordPress na Kosbit, me oferece recursos e preço competitivos.

    EU indico: http://www.kosbit.com.br/

    • Lucas Moralis

      Sergio,

      Eu usava uma dessas empresas “grandes” que só tem nome. Achava comum ficar esperando 5 dias ou mais por uma resposta no atendimento ou então ter que pedir para eles adicionarem um subdomínio por exemplo.
      Conheci a Kosbit por um amigo meu que estava adorando e quando eu me cadastrei eu me assustei com o suporte: respondem as dúvidas na hora e tem um serviço que eu nunca vi offline. Achei interessantíssimo eles terem um gerente para minha conta e sempre pedir feedback porque eles garantirem a qualidade. Até parece que a empresa não é do Brasil, com tanta palhaçada que sofremos com as outras empresas.

  • Diego

    Alguém poderia me enviar um orçamento para fazer isso?

  • Nakedz

    Olá, andei vendo e procurando hospedagem e achei o post. Gostaria de saber se você tem algo a dizer sobre a blue host brasil, http://br.bluehost.com/ em questão de configuração do servidor… obrigado!

  • Júnior Santos

    Recentemente eu adquiri a hospedagem da WP-Engine.
    Conheci através deste site.
    Do ponto de vista de performance é realmente ótima.

    Entretanto, estou tendo algumas dificuldades que não havia enfrentando anteriormente nas hospedagens que já havia usado.

    A WPE não possui sistema de gerenciamento de arquivos. No caso de alguma erro de envio via SFTP é necessário usar comandos no Putty ou aguardar a solução via ticket. Acho péssimo ter que esperar para ver uma situação resolvida via ticket. Autonomia é tudo. O suporte deles é rápido, mais ainda assim, prefiro ter o controle da situação.

    A WPE não possui servidor de DNS, portanto, prepare-se para adquirir um para realizar os apontamentos. É claro que nestes dias atuais Cloudfare é uma ótima solução. Mas ainda assim, não consta na área comercial de venda dos planos. Caso você não tenha tanta experiência com o processo, sobretudo, de migração da WPE, vai apanhar um pouquinho para ver as coisas funcionando.

    Outra frustração que tive com a WPE foi a questão dos e-mails. Simplesmente, não há contas de e-mail. Não fui informado de que não teria o serviço no ato da compra. Acho que também faltou transparência neste quesito.

    Ainda estou verificando como vou resolver a situação. Talvez tenha que pagar por um serviço de e-mail.

    Outro ponto que deu muito transtorno foi a questão do nosso tema. Tínhamos um tema comprado que funcionava em todos os servidores anteriores. Quando migramos várias características e funcionalidades passaram a não funcionar.

    Entramos em contato e eles simplesmente nos pedirão para atualizar o tema dizendo que o mesmo não estava compatível com o servidor deles. Esta postura me pareceu péssima, do tipo, o problema é seu e não nosso. Se virem para resolver. Nem ao menos nos disseram qual era a incompatibilidade.

    Tivemos que entrar em contato com o desenvolvedor do tema que nos ajudou, mas nem sempre isto ocorre. Ainda estamos resolvendo problemas. Também, tivemos problemas com plugins. De sorte, que eram plugins pagos e o suporte também nos orientou.

    Até o momento estas foram as impressões negativas.

    Destaco positivamente a performance como mencionado acima e o suporte rápido.

  • Para todos que visitem este post, gostaria de informar que a Godaddy – Gigante do Mercado de Hospedagem Americana já está atendendo no Brasil, com call center em português e atendimento qualificado. Os preços são justos e a estrutura é excelente. Caso tenham interessem consultem o site http://www.brsella-domains.com

  • Cristina Campos

    Estou tendo uma péssima experiência com a Bluehost, meu blog está sempre fora do ar, eles não retornam chamados e não devolvem o dinheiro quando se muda de plano. Tão ruim quanto os nacionais. Não sei pra onde correr!

    • Eu estou usando a Bluehost nacional a um ano já, e até agora não tive problemas. Por enquando está me atentendendo bem.

    • Luan Kohl

      Passei pelos mesmos problemas que você mas em outra empresa de hospedagem Cristina, inclusive passei por várias até achar um serviço que realmente atendesse as minhas necessidades. Recomendo a você os serviços da SECNET, tem ótimos planos e lhe dão suporte para tudo e muito rápido.

  • Maria Eduarda Castro Fernandes

    Post excelente! Ao meu ver, aponta exatamente as questões mais importantes e que as vezes passam despercebidas às pessoas! Já testei vários hosts para meus blogs e obtive bons resultados, mas confesso que no quesito atendimento sai frustrada da maioria deles. As vezes, questões simples demoravam mais de uma semana para serem resolvidas, me fazendo perder um tempão de trabalho! Atualmente, estou com a Kosbit para hospedagem wordpress. Estrutura de qualidade, atendimento rápido e capacitado. Fiz jabá de graça, mas vale o teste! =DDD E as menos conhecidas também, pois como o objetivo delas não é apenas vender em massa, mas prestar atendimento de qualidade e estrutura para se equiparar as grandes, com certeza vale a pena ! 😉

  • david dias

    Esse “chamado” se trata do Uol?? haha pq eu estou enfrendando vários problemas com o mysql e o php admin, e permissões, tá foda, vc indica o uol tbm??

    • Poisé David. Esse post tem mais de 4 anos e as hospedagens brasileiras ainda não conseguiram criar um “ambiente” de hospedagem compartilhada que rode bem o WordPress até hoje!! O CMS (sistema de gestão de conteúdos) mais utilizado no planeta não roda bem em quase nenhuma hospedagem brasileira. É incrível!! Testei novamente o Uol Host esse ano e tive um monte de problemas também. Locaweb nem se fala…

      Sugiro fortemente que você teste o SiteGround ( http://bit.ly/sitegroundUnWP ). Conheci esse ano e é a melhor opção que já encontrei até hoje em termos de hospedagem de baixo custo.

      Abraços!

      • david dias

        Valeu pela indicação!! vou pesquisar mais!!!

      • Erick

        Olá, gostei muito do post mesmo sendo antigo, pois venho passando poucas e boas com as hospedagens brasileiras, atualmente com a Locaweb. Não tinha coragem para assinar uma hospedagem gringa pois achava que teria mais problemas ainda pelo servidor ser no exterior. Mas depois de ler seu post me deu coragem para assinar e testar, vi várias empresas de hospedagem gringa, mais gostei muito dos planos da DreamHost. Você já usou ou ouviu falar bem da DreamHost? Seria tranquilo montar um e-commerce de baixo tráfego com uma hospedagem gringa? Obrigado pelo post!

        • Obrigado pelo comentário Erick. Conheço a Dream Host sim. Para ser sincero não acho que supera a Site Ground (http://bit.ly/sitegroundUnWP) quando se trata de WordPress. Conheci a Siteground esse ano e estou achando imbatível em custo/benefício para hospedagens WordPress. Especialmente por causa do sistema de Cache que eles criaram. Top. Dá uma olhada: http://bit.ly/sitegroundUnWP

  • Pedro Henrique Araújo

    Olá amigo.

    Quanto ao limite de memória (que foi citado no post como uma das características) nos planos de hospedagem, verifiquei no meu php.ini e no campo memory_limit está definido como 256. Já seria uma boa quantidade?

    Abraços.

    • Olá Pedro.

      256mb é uma boa quantidade sim.

  • Paulo Fernandes

    A maioria que comentam aqui vão na hospedagem que são batatas dai metem a boca no assunto qualidade, se estão pagando pouco e querem suporte rápido? eu felizmente encontrei uma hospedagem que alem de um preço acessível, possui um atendimento nota 10, fácil e rápido. Recomendo SECNET.

  • Carol

    Bruno, obrigada pelo post excelente! Apesar de antigo, continua sendo muito atual e ajuda bastante!

    Pergunta pratica: hoje vc iria de Kosbit ou Siteground?

    Entendi que siteground eh excelente, mas nao tem datacenter no Brasil, certo? Pessoal nos comentarios e na internet tem falado do Kosbit brasileiro, vc tem algo a falar a respeito?

    Obrigada,
    Carol

  • Roberto Loiacono

    Bastante interessante os comentários que estão no Universo WP, sobre hospedagem. Háalguns anos estamos hospedando na Hostgator “Brasil” mas definitivamentenão recomendo. Somos uma pequena empresa com alguns sites e eramos clientes da Hostgator USA e repentinamente em 2010 passamos a ser clientes da Hostgator Brasil – Endurance Group Brasil Hospedagem de Sites LTDA . Há uma ENORME diferença entre os servidores e serviços oferecidos pela Hostgator USA e Hostgator Brasil, que opera servidores também nos USA mas devem ser de qualidade inferior. Já tivemos 03 ataques de Hackers e recentemente contratamos profissional que informou que há problemas de segurança nos servidores. No mesmo grupo “Endurange Group”estão as empresas de hospedagem Blue Host, IPage Fat Cow, Small Orange e outras. Reporto que nossa experiência com hospedagem WordPress no Hostgator não foi boa considerando-se os quesitos velocidade e segurança.

  • Daniel Coelho Ponce

    Muito obrigado por esse post 🙂

  • Lilian Souza

    Me ajudou muito, obrigada por compartilhar!

  • Leonardo Campos

    Gosto muito da Hostinger nesse quesito. A hospedagem deles compartilhada é rápida e fica no Brasil…. recomendo!

  • Bruno Mauricio

    Muito obrigado pelo post. Eu tava com uma hospedagem gratis dentro do WordPress, ja tava pesquisando algumas, depois que li o post decidi contratar um plano pago para migrar o meu blog pra ele. Consegui um plano bem barato na Hostinger pra começar, tambem pra não comprometer meu orçamento. Mas muito obrigado pelo post, de verdade.

  • Nadal

    Utilizo a HostZ desde 2011. WordPress sempre. Meu blog é o DicasdeCinema .NET

  • Pensando pra cachorro

    Estou começando agora é contratei o plano pessoal do WordPress. Paguei 35 U$. Ela já é um host junto ou ainda preciso de uma. Pq registrei o domínio. Montei o blog todo na plataforma deles. E não entendi pq existe vários tutoriais que falam do host e após linkam ele no WordPress. Pode me ajudar?