Como aumentar a velocidade do WordPress com alguns passos simples

Ter um website rápido é fundamental para atrair visitantes através do Google a manter sua audiência engajada. Pesquisas apontam que sites mais velozes possuem uma taxa de visualização de páginas / visita maior (bounce rate menor) e que os visitantes hoje em dia não têm muita paciência para sites lentos e que demoram para carregar.

Por isso criamos esse guia: para te ajudar a tornar seu website mais rápido e, assim, proporcionar uma experiência melhor aos seus usuários. E sem gastar nada para isso! Veja abaixo os principais fatores que influenciam na velocidade de carregamento de um website WordPress.

Hospedagem

wordpress super rápido velocidade lentoO primeiro fator que impacta na velocidade do website é a hospedagem que você usa. Se seu website é da sua empresa ou você usa ele de alguma forma para gerar negócios, vale a pena considerar uma hospedagem focada em WordPress. O investimento é um pouco maior que uma hospedagem compartilhada comum, mas com isso você já começa na frente de sua concorrência.

Se seu website é um projeto pequeno ou se você não tem recursos para investir numa hospedagem especializada o caminho é utilizar uma hospedagem compartilhada, também chamado de shared hosting. Nesse caso indicamos sem pensar duas vezes o SiteGround. Além de um preço excelente ele deixa as hospedagens nacionais no chinelo. Depois de testar praticamente todas as hospedagens brasileiras (Locaweb, UOL Host, Redehost etc.) podemos dizer que nenhuma delas chega nem perto da qualidade do SiteGround.

Continuamos esperando o dia em que teremos uma hospedagem de sites decente no Brasil, mas, parece que esse dia nunca vai chegar… 🙁 O site do Bluehost é inglês, mas não se assuste. Podemos te ajudar caso precise, basta deixar um comentário abaixo.

Cache

O próximo fator importante para ter um website rápido é o uso de um sistema de cache. De maneira simplificada podemos dizer que um sistema de cache armazena as páginas do website em HTML e “entrega” essas páginas diretamente para os usuários.

Sem um sistema de cache a cada visita o servidor tem que:

1) Processar o PHP (linguagem na qual o site está feito);
2) Consultar o banco de dados;
3) Gerar o HTML que será entregue ao navegador do visitante;

Para o cache existem dois plugins muito famosos: o WP Super Cache e o W3 Total Cache, sendo que o primeiro é mais simples de ser configurado.

Compactação e concatenação de Scripts e Folhas de Estilo

Quando um visitante chega ao seu website o navegador dele tem que baixar imagens, scripts (arquivos do tipo .js) e folhas de estilo (arquivos do tipo .css). A questão é que um navegador tem um limite no máximo de arquivos que baixa por vez de um endereço (domínio). Por isso é importante concatenar esses arquivos (juntar diversos arquivos em um só).

Suponhamos que seu tema tenha 5 arquivos de javascript e outros plugins do seu site peçam para o navegador do usuário baixar mais 5 outros scripts (totalizando 10 arquivos .js). Nesse caso são 10 arquivos que o navegador tem que requisitar ao servidor e baixar. Por isso é importante concatenar esses arquivos, transformando-os automaticamente em 1 só.

Além de concatenar esse arquivos você também vai querer compactá-los (minify em inglês), removendo linhas em branco, comentários e espaços, deixando os arquivos menores.

Para concatenar e compactar scripts e folhas de estilo sugerimos o excelente Better WordPress Minify.

Uso de CDN

Como comentado anteriormente, um navegador tem um limite de arquivos que baixa simultaneamente de um domínio. Por isso o uso de uma CDN para “entregar” imagens e arquivos estáticos (.css e ,js) é outro fator que ajuda a acelerar seu website.

A CDN (content delivery network) entrega esses arquivos usando um domínio diferente do website e ainda tem servidores localizados no mundo inteiro, de forma que o arquivo é entregue pelo servidor mais perto do seu uśario.

Geralmente para usar uma CDN é necessário contratar esse serviço e/ou utilizar uma hospedagem especializada. No entanto, se você estiver com poucos recursos para investir temos usa solução: há algum tempo a empresa responsável pelo WordPress oferece uma CDN gratuita para as imagens do seu site. Basta habilitar o módulo Photon to Jetpack.

O uso de CDN ainda apresenta o benefício de “tirar o peso” do seu servidor, uma vez que a entrega de arquivos (especialmente imagens) é algo que consome muito recursos.

Aceleração

Uma última camada de otimização pode ser conseguida utilizando o Cloudflare. Eles oferecem CDN, proteção contra ataques (DDos) e otimização de recursos. E existe um plano gratuito. Todo seu trafégo deve ser direcionado para o serviço através de uma mudança nos registros de DNS.

Conclusão

Nesse guia apresentamos os passos necessários para ter um website rápido sem gastar nada a mais com isso, mesmo em hospedagens compartilhadas. De forma resumida o que você precisa é:

Um servidor decente + um sistema de cache + compactação e concatenação de arquivos + Photon do Jetpack + Cloudflare

E aí? Você já usou esses serviços ou plugins o que acha de cada um deles? Deixe suas impressões nos comentários!

 

Tags: , , , , , , , , ,

Categorias:

Veja isso: