Usando o WP-CLI com o Bluehost

o WP-CLI é uma ferramente poderosa que pode facilitar a execução de algumas tarefas comuns de manutenção do WordPress pela linha de comando.

O Bluehost, mesmo em seus planos de hospedagem compartilhada, oferece essa bela ferramenta pré-instalada em todas as contas (mais uma prova de que se trata de umas das melhores hospedagens compartilhadas do mercado!).

Existem algumas dificuldades que podem confundir até mesmo desenvolvedores que já são familiares com o WP-CLI. Então vamos detalhas essas possíveis dificuldades.

Usando os comandos pré-instalados

As instruções oficiais do WP-CLI instruem os usuários a instalarem como um conveniente e curto comando: “wp”. No entanto, como as contas compartilhadas do Bluehost oferecem multiplas versões de PHP, incluindo a versão 5.2, eles desenvolveram um outro comando chamado “wpcli”. Portanto, todas a vezes que vir as instruções para executar o comando “wp” você substituí-lo por “wpcli”. Essa solução desenvolvida pelo Bluehost já força o WP-CLI a usar o PHP 5.4 (ou posterior). Por exemplo, essa é forma para se checar quais temas você tem instalados:

devbryan@dev-bryanpetty.com [~/public_html]# wpcli theme status
6 installed themes:
  I smallbiz       3.8.6 Lite
  I twentyeleven   1.7
  A twentyfourteen 1.0
  I twentyten      1.6
  I twentythirteen 1.1
  I twentytwelve   1.3

Legenda: I = Inativo, A = Ativo

No próprio Bluehost eles usam essa ferramente para oferecer um suporte de qualidade, mas, para garantir a segurança do servidor, eles checam todas as versões do WP-CLI antes de instalá-la. Devido a isso, nem sempre a última versão da ferramenta está instalada. Se você se precisar de alguma funcionalidade mais novas ou correção de bugs no WP-CLI, você pode desejar instalar a última versão na sua conta…

Instalando o WP-CLI na sua conta de hospedagem

Já que a hospedagem compartilhada não fornece acesso root ao servidor, as instruções recomendadas para instalação fornecidas pelo WP-CLI não funcionãro. Ao invés disso, o WP-CLI deve ser instalado como uma instalação do usuário (“user-specific installation”). É perfeitamente possível instalar o WP-CLI sem acesso root sem perder nenhuma funcionalidade.

Ainda vamos baixar o WP-CLI da maneira recomendada, no entando, ele será baixado na basta “~/bin”:

devbryan@dev-bryanpetty.com [~]# cd bin/
devbryan@dev-bryanpetty.com [~/bin]# curl -L https://raw.github.com/wp-cli/builds/gh-pages/phar/wp-cli.phar > wp-cli.phar
  % Total    % Received % Xferd  Average Speed   Time    Time     Time  Current
                                 Dload  Upload   Total   Spent    Left  Speed
100 1075k  100 1075k    0     0  1731k      0 --:--:-- --:--:-- --:--:-- 1798k

E ao invés de usar o comando “php” como instruído pelo WP-CLI, as contas do Bluehost necessitam usar explicitamente do comando “php-cli” para rodar PHP no modo linha de comando. Então você pode checar que o WP-CLI estáq funcionando corretamente executando o seguinte:

devbryan@dev-bryanpetty.com [~/bin]# php-cli wp-cli.phar --info
PHP binary:	/ramdisk/php/54/bin/php54-cli
PHP version:	5.4.24
php.ini used:	/usr/php/54/etc/php.ini
WP-CLI root dir:	phar://wp-cli.phar
WP-CLI global config:	
WP-CLI project config:	
WP-CLI version:	0.14.0

O WP-CLI está instalado agora, no entando, ainda não está muito conveniente de ser utilizado. Você não quer ter que digitar “php-cli ~/bin/wp-cli.phar” toda vez que quiser executar um comando,então vamos criar um alias para que você possa digitar apenas “wp” como você faria normalmente.

Para fazer isso, precisamos editar nosso arquivo “~/.bashrc”, e adicionar nosso alias juntamente com outros que já existem lá. Você vai notar que o Bluehost já fornece alguns aliases básicos nesse arquivo. Vamos apenas adicionar mais um. A posição no arquivo não é importante (ainda que nossa sugestão que você deixe os aliases juntos). Apenas insira a seguinte linha no seu arquivo:

alias wp='php-cli ~/bin/wp-cli.phar'

Depois que você tiver salvo esse arquivo, pronto. Você pode ou fazer log out do SSH e logar novamente para que esse alias seja carregado ou você pode executar o seguinte comando para que ele passe a funcionar imediatamente:

devbryan@dev-bryanpetty.com [~]# source .bashrc

Pronto! Agora você tem o WP-CLI instalado em suas hospedagem compartilhada.

devbryan@dev-bryanpetty.com [~/public_html]# wp plugin list
+--------------------+----------+-----------+---------+
| name               | status   | update    | version |
+--------------------+----------+-----------+---------+
| akismet            | inactive | none      | 2.5.9   |
| better-file-editor | active   | none      | 2.1.2   |
| hello              | inactive | none      | 1.6     |
| jetpack            | active   | available | 2.8     |
+--------------------+----------+-----------+---------+

——
OBSERVAÇÃO: Se você ainda não conhece o Bluehost, sugiro uma visita. Hospedagem compartilhada a baixo custo e que não te deixa na mão!
—–
via: Bryan Petty (outras dicas nos comments).

Tags: , , ,

Categorias:

Veja isso: